19/04/14 · Reblog · 14784 Notes · (Via /source)

Ouvi dizer que só era triste quem queria.

19/04/14 · Reblog · 3992 Notes · (Via /source)
E no fim,
todos se afastam de mim
19/04/14 · Reblog · 99 Notes · (Via /source)

Respiração

Os lábios respiram o exílio e o pavor da
palavra. Na guerra rompe-se a boca,
templo, que sacia a loucura do escuro e ecoa o imortal.

Com fervor dos céus ou dos nossos infernos, o canto ardido ou manso da palavra que pinta a paisagem parda que somos.
Nos meus lábios guardo sempre desastres.

Docismo

19/04/14 · Reblog · 16652 Notes · (Via /source)
Não seja aquele tipo de pessoa que busca, acha, e depois sai correndo com medo.
Paulo Coelho.    (via se-eu-pudesse)
19/04/14 · Reblog · 28404 Notes · (Via /source)
19/04/14 · Reblog · 188 Notes · (Via

A cura da minha asma

oxigenio-dapalavra:

Desvia-me teu olhar, apaga-me tua voz, como se eu fosse enlouquecer. Me deixa sem inspiração e eu enlouqueço nas entrelinhas. Vislumbro teu desenho em um dia chuvoso. Deságua o céu. É o meu choro, viu? Flutua a poesia no ar, invisível e tangível. Alguns olhos se abrem. Os meus se fecham, em…


Friends
top ↑